quinta-feira, dezembro 11, 2008

Laçarotes Coloridos

A proximidade do Natal, carrega consigo um misto de sentimentos em quase todos.
Eu recordo com saudade os meus Natais de menina, e posteriormente os Natais em que ainda tinha meninas pequeninas.
Eram Natais aconchegantes, diferentes, talvez com menos exuberância que hoje em dia, mas seguramente mais cheios, de emoções que valem mais que os presentes embrulhados com laçarotes coloridos.
Em menina, não tinha muitos presentes no meu Sapatinho, tinha um ou dois, e quem mo trazia era o Menino Jesus. ainda hoje para mim é sempre o Menino Jesus, não o Pai Natal, esse apareceu depois de eu viver a magia do Natal.
O meu Sapatinho não tinha muitos brinquedos, mas sim roupa, objectos que necessitava, era um Natal contido, mas que se cingia a colmatar necessidades mesmo, como o vestir, calçar, livros para ler e aprender.
O Natal que mais recordo foi o que recebi o meu primeiro fio de ouro, com uma medalhinha de S. José. Não imagino de que se privaram os meus pais para mo darem, mas a alegria que demonstrei com o presente fê-los chorar....
Há coisas que ficam gravadas para sempre...
Hoje os meus pais já não estão comigo, morreram ainda muito novos.
Os meus tios e primos que dantes se juntavam connosco, vivem longe e todos nós virados para a familia que criámos.
Os Natais hoje são com as filhas, os genros e a neta, e com a minha Custódia amiga/mãe/conselheira, uma mulher de fibra que me apoia desde que casei, tem sido uma estrelinha na minha vida, e naquela casa todos me tratam como em parte alguma sou tratada, a não esquecer que a neta dela a minha Ritinha é a grande estrela das Noites de Consoada, hoje já com 7 anos ainda acredita na magia do Natal.
Tanta coisa boa que tenho para me aconchegar a alma, e no fundo esta saudade de sempre e para sempre de ti Mãe e de ti Pai...
Mesmo aos 50 anos fazem-me muita falta.
Mas compete-me agora segui-los dando ás meninas o que me deram sempre, para que aos 50 anos de cada uma delas possam sentir que o Natal tem magia, pela família pelo convivio de sempre e mais especial nessa noite, e não pela mera troca de caixas lindas com laçarotes coloridos.



laçarotes

3 comentários:

Sónia disse...

Que lindUUUU !! poste, off corse!!
Luísa, adorei o teu post, é óbvio que me sinto incluida nele de todas as formas, por te conhecer aos anos, por ter-te visto grávida, por ter visto a tua filha grávida o que fez de ti hoje uma execelênte avó babada.

O que é uma vida inteira no fundo, a dita cuja que comentas-te aí, óbviamente não lê o teu blog como deves calcular( ainda não entrou nestas moderniçes) loool Pode ser que a Rita a fasa ainda ganhar o viçio quando vier cá a casa com o Magalhães dela!

E sabes que mais? Por aqui já está quase tudo preparado p'ró Natal mesmo á espera da chegada da minha Rita!

Assim sendo, desejo-te tanbem uns bons preparativos para o Natal que já falta muito poucos dias!

Beijufas aqui da JE que faz parte dessa Familia que sempre te acolheu como ninguem.

Sónia :)

Simão disse...

oi "Vó Uiza", passei para deixar um beijinho para ti e outro p a Larita...não estou esquecido de vocês, o tempo é q não é muito...

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá wuerida Luísa, o Natal está perto e com eles as recordações... Adorei ler o teu texto... Boa Noite Amiga!... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha