terça-feira, junho 02, 2009

Brincar é Palavra mágica

Brincar é palavra mágica, entre mim e a Lara.
Desde sempre assim foi, quando ainda gatinhava faziamos "corridas" de miau, comigo de gatas atrás dela soltando miados (miauuuu), corrida que acabava entre o riso que a sufocava e o meu que se lhe juntava.
E assim tem sido, adicionando mais uma brincadeira e outra e outra, somando já muitas.
Há uma que adoramos, e só na Casinha fazemos, é brincar às Vizinhas!
Eu de janela e ela cá fora, eu a Vizinha Luisa ela a Vizinha D.Lara.
Trocamos pratinhos de comer, provamos "Hum... nhami nhami que bom!"
Juntamos o avô à brincadeira e ele passa a ser o Vizinho António, e também prova os petiscos que a D.Lara é mestra a fazer.
Depois bebemos o chá no "cópinho" que é também muito bom...
"Hummmm D. Lara é chá de quê?"
"É chá de cópinho!!!!!!!!! Vizinha!"
Entre as Vizinhas existe uma magia excelente, mas... quando o Vizinho António liga a mangueira do quintal, é hora de rega, e a Lara está já pronta para regar "As flores da Vó" e a "Hota do Avô" e rega e rega os ténis e as meias e o vestido, e o chão e tudo e tudo e mais e mais.
Resultado, tirar o vestido e trocar por outro... e agora para os pés?
A avó ainda não comprou crocks para ter lá este ano, e a mãe não trouxe mais ténis... Ohhhhhh!
Lara vai ficar sentada na cadeira do Jardim????
A avó começa:
"Oh Sana o chão tá limpo ainda tem água e tudo, deixa-a brincar descalça, tu já te esqueces-te que adoravas isso e eu deixava?"
A Lara atenta à espera da resposta....
Sana encolhe os ombros e diz: "Pronto vai lá chapinhar descalça"
Lara parece uma enguia veloz a escorregar da cadeira e convida: "Vó vamos saltar na água?"
Vó descalça e de mãos dadas cantarola com ela: "Salta na água e salta e salta..."
O Vô acabou por se juntar á festa, e os risos faziam-se ouvir!
No fim do dia uma banhoca e mudar de novo a roupa para partir...
À despedida , depois das mil beijocas e traquinices feitas com ela já na cadeirinha era hora dos adeuses...
E ela toda despachada, espreita á janela do carro acena e grita:
"Té pá sumana Vizinhaaaaa!"
E desta vez deixou os dois a rir e comovidos como sempre.
Até pá sumana Vizinha!


Vizinha Luisa:)

3 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Havias de ter a minha vizinha, a única brincadeira que apetece ter com ela é "vamos fazer de conta que a vizinha é uma raposa e eu sou um aristocrata inglês. Agora corra!!!!"

Beijo!

TERESA NETO disse...

Que coisa linda de se ler
está um encanto a tua bébé
Beijus linda
Teresa

Quase nos 50 disse...

Um doce essa neta....e a vó toda derretida;-))
Pois vizinha é assim: a vida é feita de momentos e bons, como esses.
É aproveitar que o tempo corre e um dia destes acabaram-se as brincadeiras;-(
Xi muito grande