quarta-feira, abril 29, 2009

Saudades também pode ser...

Sábado à tarde na Casinha, a minha Lara andava como sempre, dentro e fora atrás de mim.
E insistentemente dizia:

"Oh Vó vamos correr?"

Por mero acaso tinha acabado de entrar um amigo do meu marido, que passou ali perto e o foi cumprimentar, ao que tive de lhe explicar, que com pessoas lá eu não podia correr.

Olhou-me e com um ar sério disse:

"Oh avó tenho saudades..."

"De quê amor?"

"De ir contigo "espejar" o lixo"

Da Casinha ao contentor do lixo, temos que percorrer um caminho e fazemos esse percurso sempre em corridas.

Sorri, pedi desculpas a quem estava, e anuindo disse:

"Então vamos lá matar saudades e despejar o lixo!"

Mal saimos o portão o riso inundou aquele rosto sem vergonha e a frase saiu pronta:

"E agora já podes correr?"

As gargalhadas resvalavam entre os passos de corrida e os gritos de alegria que ela dava.

No regresso, colhemos flores campestres para a mãe e o pai, e ela apanhou o pauzinho da praxe que depois enfia nos buraquitos encontra lá pelo quintal.

Felizes matámos saudades.


Foi a primeira vez que nos seus dois anos e meio de existência ouvi aquela voz dizer-me que tinha saudades...

E soube bem, muito bem mesmo!


Luísa

terça-feira, abril 28, 2009

Dois anos depois

No dia 24 de Abril de 2007, nasceu o Coisas do Coração.

Cansada de um outro espaço que durou cerca de dois anos e onde dei os primeiros passos na blogocoisa, iniciei este.

Não sabia bem o que iria escrever só sabia que ia deixar o coração falar, aqui seria EU.

Eu hoje, ontem e sempre.

A linha editorial seria sempre a descobrir, até por mim.

Não escrevo um só post sem ser no momento, aqui directamente, sem rascunhos, deixando que os dedos tocando as teclas me levem até onde a minha imaginação deixar.

Para quem me lê há algum tempo tornei-me quase transparente, porque não me escondo, não me omito e acima de tudo não finjo.

Largo por aqui amor, ternura, alegria, irreverência e até a fúria quando "me passo da marmita"...

Pois é, porque aqui eu sou sempre: "coração".

E é das coisas do coração que este blogue vos fala... espero que continuem comigo até que o meu coração um dia se cale.

Bem Hajam a todos os que me visitam e deixam o seu carinho.


Luísa


sexta-feira, abril 24, 2009

Certificados

Hoje em dia tudo o que se faz, em termos de carreira académica e profissinal, é certificado.


Ou seja, a pessoa tem direito a que lhe seja passado um comprovativo dum curso que fez, uma palestra a que assistiu, o mestrado que fez, e muitas outras actividades curriculares ou extra-curriculares, são certificadas, para constarem do curriculum.

Há quem faça actividades só pelo prazer de coleccionar mais um certificado, e eu sei o que digo, porque passo e entrego imensos, até já disse que deveriam inventar o certificado do "Só que porque respiro."

Em 30 anos de carreira, as coisas evoluiram imenso no meio académico, umas para bem melhor, outras para pior,
O que constato a cada ano que passa, é que os jovens não vêm para aqui estudar, para um dia tratarem doentes, mas sim para serem os "maiores", os "doutores", os eventuais "professores doutores do futuro", a sede de protagonismo começa desde que ingressam neste curso.

Longe vão os tempos que apesar das médias deste curso serem altas e a criteriação ser exigente, entravam e o sonho era ser médico(a) e zelar pelos doentes.
Hoje lutam por uma média alta de fim de curso, de fim de saída da especialidade, de... de... a luta e a cegueira pelo sucesso e prestígio não deixa ter olhos para a realidade que são os doentes, objectivo primordial num curso destes.

Não posso generalizar, que cometeria uma grande injustiça, mas garanto que quanto mais conheço a classe, mais receio adoecer.

E hoje vai ser mais um dia daqueles, porque tenho quinhentos mil certificados a entregar, de duas conferências que decorreram há uns dias e outras tantas actividades que são complementadas com o belo do certificado.

E a mim quem me certifica??

Tenham um bom fim-de-semana, que eu às 17h vou para a Casinha! Oh yes!!!!!!!
Beijocas




Luísa









quinta-feira, abril 23, 2009

Fofixa pois é...

Ah Ah, ele já anda por aí!!!!!!!
Brilhante, quentinho, a convidar a roupa leve e colorida, a convidar a arejar o pézinho, a convidar à esplanadazinha, assim nem apetece ficar trancada no escritoriozinho!
E eu fiz-lhe a vontade, vim de roupa mais fresca e alegre, só não arejei o pézito porque sou um cadinho friorenta nos dedinhos dos pés e de manhã sempre está fresquinho.
Hoje tou assim dada aos diminuitivos, muito fofinha.
Será do Sol que me aqueceu e adoçou ou será algo diferente?
Não sei, mas é bom sentir-me assim fofixa!
Bom Diazinho!
e
Um Beijinho


Luisinha

quarta-feira, abril 22, 2009

De volta

Bom dia!


Voltei, mais animadita, primeiro porque só o vosso carinho foi meia cura para as minhas maleitas, obrigada a todos/as, e depois porque a minha tristeza prendia-se com o meu estado de saúde, ando adoentada, com dores musculares, alguma febre, o que me obrigou a um dia e meio de cama até que o corpinho quisésse de novo dar-se ao manifesto.
E parece que hoje a coisa vai...
Deveria ter ido ao médico eu sei, mas como os conheço de ginjeira e antes que eles inventem que estou doente, não fui, tomei uns "drunfos" e espero que resultem.


E a pedido de várias familias para que eu arrebitásse, aqui fica mais uma alarvosidadezinha das minhas:

Image and video hosting by TinyPic


Aquilo que deres a uma mulher, ela vai tornar ainda maior.
Se lhe deres o teu esperma, ela dar-te-à um bebé.
Se lhe deres uma casa, ela vai dar-te um lar.
Se lhe deres compras de mercearia, ela vai dar-te uma refeição.
Se lhe deres um sorriso, ela vai dar-te o seu coração.
A mulher multiplica e amplia tudo o que lhe é dado.

Portanto, se lhe deres qualquer porcaria,
fica preparado para receberes uma tonelada de merda.


Luísa

segunda-feira, abril 20, 2009

(...)

Image and video hosting by TinyPic

sábado, abril 18, 2009

E se ela fosse levar no cú?

E é assim que uma senh9ra como eu se torna mal educada!
Voltei a casa ontem de manhã. depois de duas explêndidas semanas na Casinha mais o meu amor! (ai tou memo romântica).
Na paz do Senhor, sem sogra nem vizinhas, uma benção divina,.
Pois é. mas voltei a casa...
E hoje foi dia de repor as coisas em falta na despensa, ir ver do malvado do furo que tive, e afins, depois de uma manhã desperdiçada na rua a tratar de tudo e a carregar comida para casa, enfim assentei arraiais!
Estende roupa, mais um máquina e o almoço a fazer. e volta e mexe, tira roupa do arame e mais uma voltinha mais uma máquinazinha.
Há uns minutinhos atrás apanhava eu umas peças e preparava-me para estender outras tantas e surge a minha vizinha do lado na sua varanda...
Eu que até nem sou de conversas ou sequer intimidades com a vizinhança lá disse o meu boa tarde da praxe, ao que ela me retruque neste tom:
"Boa tarde! Lá me roubaram a minha planta que pus ali à porta, mais valia terem-ma pedido!"
Eu que nem entendia o que ela queria dizer, porque nunca vi a puta da planta, nem a ela eu vejo, quanto mais a planta ergo o sobrolho e pergunto muito séria:

"Desculpe de que está a senhora a falar??"
"Ah da minha planta que eu trouxe e pus num vaso ali a porta e ma roubaram!"
Eu pensei num ápice: "E se esta gaja fosse levar no cu??? "
E respondi prontamente:
"Olhe sabe, plantas é algo que não me falta, tenho aqui na escada antes de a srª ter e tenho lá na outra casa, desde roseiras a jasmim, por isso a sua conversa não é comigo de certeza, além de que estou de regresso hoje ao fim de 15 dias fora daqui, lamento imenso mas esse tema não é para mim, Boa tarde!"
E voltei ao que fazia estendendo e apanhando sem mais olhar a anormal que quando era surda e não usava aparelho era mais comestível que agora, não falava e não ouvia! Amén!!!
Isto de viver num apartamento e partilhar o espaço da escada com a vizinhaça é uma grandessíma chatice para não dizer, uma merda. que posso ofender alguém!
Atão tá uma senhora na sua Casinha lá no campo sugadita da vida. e ao estender a sua roupita ao fim de 15 dias fora, leva com a vizinha do lado que tá ressabiada seja lá pelo que for e quase me acusa de ladra duma planta que eu nunca vi???
Ora se ela fosse levar no cú!
Já não me bastou uma semana dum filha da mãe, em que me fizeram a paciência a ir aos limites, em que estive à beira de vários ataques de mau feitio, vem-me esta atrasada mental chatiar à janela???
Oh filha tem paciência, tu tens falta é de orgasmos!

Ai é pois é!


Luisa
(Atarefada nas lides domésticas, fez uma pausa pa dzer mal da vizinha!)

sexta-feira, abril 17, 2009

Cada dia mais Luísa

Image and video hosting by TinyPic


O tempo que passa é o maior professor que já tive.
Reajo hoje de formas diferentes a situações diferentes, mais paciente, mais tolerante, mas também mais inflexível quando isso é necessário.
O sabor do silêncio, faz-me falta para me reencontrar e serenar dos dias de palavreado entrecruzado.
A cada gota de areia que cai na ampulheta da minha vida, sinto-me mais selectiva, segura do que é a realidade e o sonho, do que gosto e não suporto, do quero e não quero, de quem fica e de quem sai do meu convivío.
E dentro desses parâmetros vou regendo a minha estada neste caminho que percorro, agrade mais ou agrade menos, faça sorrir ou chorar, só me aceita quem quiser.
A verdade é que cada dia me sinto mais Luísa.
Tenham um bom fim-de-semana

Luísa

quinta-feira, abril 16, 2009

No Alentejo

Image and video hosting by TinyPic


Os primos da cidade foram passar o Natal com os parentes alentejanos.

Alguns dias após o Natal, estava o primo da cidade a fazer alarde dos presentes que tinha ganho.

- Primo, sabes o que eu ganhei de presente?
Um 'Ipod' espectacular.

O primo alentejano respondeu:
- Bom primo, muito bom!!!
Mesmo muito bom...

Aí o da cidade perguntou:
- E o que foi que tu ganhaste?

- Ganhei o mesmo que tu.

- Mas, quem te deu?

- A minha prima, tua irmã...

- Foi mesmo?
- Foi. Estávamos no ribeiro nadando nus.
Cheguei por trás, encostei-me a ela e perguntei:
- Posso?

Ela virou-se e disse:
- "Ai Pode!".


E no Alentejo é assim... quem pode pode:)

Luísa

quarta-feira, abril 15, 2009

Só queria estar assim...

Image and video hosting byTinyPic

terça-feira, abril 14, 2009

Deve ser do tempo...

Sei que o ditado diz: "Em Abril águas mil".
Mas este tempo frio, e acinzentado dos ultimos dias, deixa-me mais nostálgica. Não há como o Sol para me inundar de energias positivas, de acordar alegre e com vontade sair à rua.
Há dois dias que me arrasto para fora da cama, impaciente até no acordar, pensando que terei de rumar a Lisboa, entrar neste edifício cinzento, com pessoas ainda mais cinzentas, ouvir as mesmas conversinhas de merda, que me enchem a pachorra, respirar fundo, afivelar o sorriso e ser simpática para quem os meus serviços solicita!

Ouvir as perguntas idiotas de muitos projectos de médicos e médicas e pensar:
"Credo quando daqui a uns anos, precisar destes gajos tou mais que lixada!"
Respondendo no entanto, duma forma educada e gentil.
E continuar a sorrir...
Pouco passa das 10h e o dia vai ser longo, porque o trabalho impera e a paciência anda pelas ruas da amargura.
Com tudo isto, nem vou poder ir assistir à inauguração da Farmácia e ver o Sôr Engenheiro, que nestas coisas nunca falha em passar aqui pelo tasco!

Dizem que há comes e bebes, discursos e sorrisos...
Aqui estou eu, sem comes, nem bebes, não discurso, mas vou distribuindo sem politiquices de trazer por casa, o meu sorriso a quem a mim se dirige.

Noblésse Oblige (como diria o outro...)


Luísa
(Hoje resmungona e nem sei porquê)

segunda-feira, abril 13, 2009

Coisitas simples

E os quatro dias voaram, mas deixaram um sabor delicioso, e memórias doces.

Páscoa na Casinha é já por si é o "must"!

Ter a familia reunida, e sem esperar ter a companhia da minha "gira", marido e filhota,foi a cereja no topo do bolo.

As gargalhadas soavam expontâneas, as conversas cruzadas fluiam ligeiras, as recordações dos tempos em que eramos vizinhas foram a constante, as miudas ainda pequenas, enfim, foi tempo de reunirmos um grupo que há muito não o fazia.

Foi tudo sem ser previamente combinado, calhou ser aquele o dia, e sem dúvida as coisas quando são assim ainda sabem melhor.

À noite, um a um os carros sairam, e ficámos os dois no silêncio do nosso campo.

A Preciosa passou o dia nas correrias, na "horta do avô", a brincar no quintal do Tiago o amiguinho do lado, e em cantorias no karaoke da tia Joana, participando activamente em tudo, como se não pudésse perder pitada, ao fim do dia o sono falava tão alto, que a birra aconteceu, era o som do sono, sem dúvida!

Dias assim são para repetir, sem data marcada, sem programar, porque o que é bom acontece de surpresa.

Deixo aqui um beijo á minha "gira" daquela que ela chama "boa", juntas somos o helicóptero, "giraeboa" como o dito!
Luísa

quarta-feira, abril 08, 2009

Vou ali e já volto

Vou ali descansar uns diazitos, porque é Páscoa, e ah e tal, deram-me a 5ª feira e depois vem a 6ª feira que como é Santa é feriado e entretanto o fim-de-semana, e já volto.

Volto na 2ª feira, sem remorsos de ter comido um pouco mais que a conta e trincado umas amêndoas. Eu não as chupo... trinco! (de repente isto pode soar mal, mas já tá, já tá, que se lixe!)


Os coelhitos de chocolate nem são o meu forte, sei lá... tenho pena deles!


Ficam assim:

Image and video hosting by TinyPic


E eu se fosse coelha não queria ficar assim, ah pois não!

Boa Páscoa!

Luísa

terça-feira, abril 07, 2009

Repescagem - O Pavão

Editei este post em 2007 um mês depois de abrir este blogue, foi algo que me deu imenso prazer na época e hoje decidi repescá-lo e deixá-lo por aqui quase dois anos depois, nunca é demais recordar...



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Ontem ia para casa e dei comigo a sorrir sozinha.
Ia a pensar nos "pavões" do dia-a-dia,e particularmente nalguns que conheço.
Vou ver se consigo descrever o "pavão".
O "pavão" é sempre o melhor em tudo.
Fisicamente não há estereotipos.

Pode ser baixinho, com uma barrigota espichada,e um ar todo ufano da mesma.
Também pode ser mais alto,e andar direito como um espeto,para disfarçar qualquer coisa no corpinho.
Assim direitinhos, quer o "pavão" pequeno quer o maior,passam sempre por imponentes!

Olham o seu reflexo,quando passam perto duma montra ou janela,para rejubilarem com o seu ar altivo e "bem posto"!Sim!Um "pavão" quer-se "bem posto".

A atitude do "pavão":
Nunca submissa "aparentemente",porque sabem tudo e de tudo.
Por isso falam com alguma altivez e muita segurança,(falsa ou não, também não interessa para nada).
O "pavão" tem sempre tudo do melhor!

Quer a nivel profissional, económico e até afectivo!
Profissionalmente são os "chefes",e mesmo quando isso não está definido na empresa está no seu subconsciente.
Não há "pavões" subalternos, nem pensem!
A roupinha, é sempre da marca "X" ou "Y",não interessa para nada que essa marca já não se use!
Mas é "da marca".
Também não interessa combinar as cores!Nada mesmo, o "pavão" precisa brilhar,quanto mais misturas mais colorido fica.
A colónia, bem há sempre duas vertentes,a de não a usar sequer, "Um homem não se perfuma!"ou usar aqueles aromas que nos fazem ir aos vómitos,banhando-se abundantemente nos mesmos!

Os carros...bem os carros sim!
Nada de topos de gama ou gamas altas!
Para quê?????
Os seus "Rovers", "Renaults" "Fiats",são so melhores do mundo.
Ultrapassam qualquer Mercedes.
E o conforto? Ah o conforto aquilo sim!
Aderência á estrada. força de motor,bem isso nem se discute.
Quanto a factos tão veementemente discutidos,não há forças para argumentar, resta ouvir.


E com as mulheres?
Bom as mulheres, caiem de quatro perante o "Pavão".
Não "comem" todas porque, sim, são selectivos!
Têm no passado façanhas de fazer invejaao Alexandre Frota.
Em tudo, e quando digo tudo é mesmo TUDO!
O "pavão" tem tudo em "grande".
Mulheres, sim mas há uma diferente,a "sua senhora".
A sua senhora, quer-se apagadita,submissa, amorfa, pouco produzida.O lugar dela é na cozinha, e no aconchego do "lar".
Conduzir...sim, mas quando vão sózinhas,o marido leva sempre o carro quando saem a dois.
Bens em nome do "pavão" sempre!
Então:
Desde os carritos, casita, telemóveis etc,tudo no seu "nome".
Sim, sim.Quem veste as calças é ele,quem tem o poder é ele.

E Sexo com a "sua senhora"?
Nada de doideiras, até porque ela nem aprecia!
Nem tem como apreciar, a qualidade é tal,que nem sabem definir escolher ou comentar...
Ficam na ignorância que assim é que é.

A Sociedade até o reconhece como bom cidadão só por ser "pavão".

E quem me leu...
Diga lá quantos "pavões" conhece?
Aguardo o tempo que for preciso,mas adorava respostas!

Aconchego

Quando me disseste que terias de ter férias 15 dias deste mês, fiquei triste por não poder também estar de férias, mas contente por irmos duas semanas para o nosso refúgio, a Casinha do Quintal.

Image and video hosting by TinyPic


E lá sim, estamos no nosso aconchego.


Começar o dia ouvindo lá fora os passaritos chilrear, e ouvir-te a dormir traquilo.


Sair para vir trabalhar sabendo que á tardinha estás lá à minha espera.


Jantar só para dois, conversas trocadas do dia de cada um, ver a noite cair naquele pedaço de chão que comprámos e ali erguemos um canto para ambos, é mais um aconchego.


Já lá vão dois anos e a cada dia que passa, mais se torna o nosso refúgio, um sítio que partilhamos aos fins de semana com a família em alegres convívios, mas que sabemos que quando todos partirem ali ficaremos.


Um dia vamos poder mudar para lá, tenho a certeza, e espero que a magia que o local envolve e nos envolve, não mude e seja sempre o aconchego desta envolvência que nos une.


Luísa


(Aconchegadinha)

segunda-feira, abril 06, 2009

As coisas que eu aprendo e vos ensino:)

O dia começou tranquilo por estas bandas, mas há pouco numa acesa discussão entre dois futuros médicos, ela diz para ele:

"Quem não tem cú não se mete a paneleiro!"

Ele riu e tentou fazer prevalecer a sua opinião, ao que ela despachada salta com mais esta:


"Com calma e com jeito vai-se ao cú do sujeito!"


Achei que ambas as frases se enquadravam lindamente na discussão!

Então a primeira quer dizer que, quem não tem capacidade de trabalho que não se envolva no mesmo, sendo que na segunda avisou, com calma ainda te apanho na curva e lixo-te.


Então quando estiverem exaltados/as no calor de argumentações, não esqueçam as frases que ouvi e partilho para que a Vossa sapiência aumente.

Boa 2ª feira!


Luísa

sexta-feira, abril 03, 2009

Imagem com "bolinha"

Bom dia!
Muitos dos que me vêm acompanhando, sabem que sou por demais irreverente, ora bem, se a uns desagrado, (mil perdões), a outros divirto e faço-os rir (obrigada pelo estimulo).
E apesar de cansada, este meu lado libido/traquina (nem sei se este termo existe, mas se não existe acabei de o inventar) faz-me puxar o pézinho pró chinelo!
E como agora é tempo de dietas e baixar calorias, a sugestão é comermos o mais light possível, e de preferência fruta, muita muita fruta!
Mas ele há frutas que são completamente Taradas Sexuais!
Duvidam?
Então vejam:



Image and video hosting by TinyPic





Bom fim-de-semana:)



Luísa

quinta-feira, abril 02, 2009

Cansada...

Image and video hosting by TinyPic


De semanas consecutivas de imenso trabalho.
De situações conturbadas a nível da Direcção da qual sou secretáris, com demissões e tudo pelo meio...
De acordar tão cedo...
Estou tão cansada...

quarta-feira, abril 01, 2009

Alimentação...

Image and video hosting by TinyPic



"O alimento mais completo é o pénis, pois tem leite, carne, dois ovos e se comido com prazer, pode encher a barriga por uns 9 meses!"


Luísa
( Precocupada com a alimentação)