sexta-feira, setembro 30, 2011

A Minha Casa

Casa arrumada é assim:
Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.
Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:
Aqui tem vida...
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante, passaporte e vela de aniversário, tudo junto...
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos...Netos, pros vizinhos...
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.

Arrume a sua casa todos os dias...

Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...E reconhecer nela o seu lugar.


(Carlos Drummond de Andrade(1902-1987)

quarta-feira, setembro 28, 2011

Roubo-te um Beijo

Quando ouço esta musica de André Sardet, apesar de não ser sua fã, acontece que gostei deste tema, sorrio...

E sorrio porque há décadas que não roubo um beijo, nem mo roubam a mim...

Em homenagem aos beijos roubados fica a musica.



segunda-feira, setembro 26, 2011

Palavras e Sentimentos

As palavras são e serão sempre um instrumento unico para se expressar o que a mente produz.




O seu uso pode ser pensado e racionalmente usado, não deixando transparecer emoções, reacções e opiniões.




São as palavrs "frias" na minha opinião...




Em contrapartida o uso das mesmas,, deixando aflorar sentimentos e emoções são as mais genuinas, daí eu as usar sem receios, correndo o risco de ser bem ou mal interpretada, são sem dúvidas as palavras "quentes".




Não sendo eu uma mulher fria não poderia preferir as primeiras às ultimas:)




Questionaram-me se era feliz...




Felicidade é um termo demasiado lato para se definir se se é feliz ou não.




Eu posso ser feliz com um acontecimento e dois minutos depois ficar infeliz com uma palavra ou acto...




Mas pesando bem os momentos da vida não me considero infeliz.




Sou uma Mulher satisfeita e doce porque das insatisfeitas e amargas ninguem gosta.. . nem elas nem os homens:)






E eu gosto muito de mim sem ser narcisista.






Luisa




quinta-feira, setembro 22, 2011

Coisas Simples

Dizem que sou dificil de contentar, e exigente comigo e os demais.

Especialmente quando se trata de "atitude" e na forma como as pessoas se expressam.
A subtileza das palavras é importante e é na forma como nos expressamos que mostramos o nosso "cartão de visita".

No entanto existem coisas simples que me deliciam...

Um sorriso e um cumprimento no dia a dia...
Alguém que ria comigo e me faça rir...
Um olhar cumplice...
Uma refeição agradável em amena "cavaqueira" e com boa companhia.
Uma roda de amigos em que tudo é tema de conversa e se deita fora o que de mau nos rodeia.
Um cigarro partilhado em fim de dia no meu telheiro:))
E muito mais que agora não me recordo...

Dificil de contentar eu?

Não.

Sou Mulher de coisas simples.

Tenham um bom fim-se-semana

Luisa

quarta-feira, setembro 21, 2011

Fala-me de ti

Fala-me de ti...





Fala-me do teu passado


Conta-me o teu presente


Divide comigo os planos do teu futuro





O silêncio quebrado


A porta entreaberta


Desperta curiosidade


Anseio do saber


Sorrir porque sim


Olhar que faz bem





Partilha comigo


Segredos


Sonhos


Mágoas


Alegrias


Anseios





Saberei ouvir


Saberei sentir


Saberei ficar em silencio


Quando as palavras podem destoar





Fala-me de ti...

sexta-feira, setembro 16, 2011

Redes Sociais

Depois de algum tempo ausente, quase um ano voltei.

Não sei por quanto tempo nem com que regularidade, mas hoje senti vontade de expressar-me aqui.

As redes sociais proliferam e a cada dia mais, aderem pessoas, foi o meu caso.

Tem sido gratificante reencontrar amigas de infância, antigas colegas de Liceu e pessoas que passaram na minha vida e tiveram a sua importância.

Nem sempre os reconheço nas fotos actuais e a memória visual do tempo passado trai-me frequentemente, e fica dificil associar caras a nomes, mas óbvio que os mais próximos não se esquecem

Fico satisfeita quando ao trocar mensagens, comentários ou outra forma de interagir ver que algumas pessoas "cresceram" sinto-me bem a comunicar com elas.

E são essas as pessoas que mais procuro e interajo, as restantes saudo e respeito, mas não lhes encontro qualquer afinidade com a Luisa em que me tornei.

Esta semana foi uma semana de reencontros muito bons.

Que permaneçam, e perdurem porque a vida é para ser vivida como se não houvesse amanhã.