quarta-feira, maio 13, 2009

Eu é que sou racista??????

Dizem os chamados agora "afro-europeus" ou "africanos" (para mim são individuos de raça negra) que nós os brancos (deveriamos ser chamados de europeus caucasianos) somos racistas.


Talvez...


Eu por exemplo não me considero racista, mas não aceito bem as atitudes e marginalidade do povo de etnia cigana, chocados?


Quando aqui deixo asneirolas também os choco, por isso... mais choque menos choque, acredito que sobrevivem e os bonzinhos(as) até me desculpam.


Vou acreditar no que escrevi:)


Bem, mas o motivo da introdução tem a ver com um episódio que vivi com mais 3 colegas, ontem ao fim do dia na saída do metro.


Uma colega passa e cola-se a ela, uma afro-europeia que parecia ser uma adolescente normal, e passa sem bilhete, a porta de acesso de saída do metro.


A colega que vinha atrás disse sem pensar:


"Olha, esta passou com o teu bilhete, não viste?"


Aí a tal afro-europeia que de adolescente tinha a apenas a aparência, volta atrás e desata aos encontrões à colega que falou e com ar ameaçador diz, enquanto a cutuca violentamente:


"E depois? Hã... qué que tu queres... hã?" e mais uma sacudidela.


A que falou apanhada de surpresa, ainda retorquiu que o que ela fez não era correcto.


E a afro-europeia volta a empurrar dizendo: "E passei e tu que tens com isso, queres apanhar, hã hã..."


E no momento pensei: "Lá vamos andar á pancada ca puta da preta!"

(Chocados??? mas foi o que pensei...o meu pensamento não deu para dizer afro-europeia)


Entretanto outra adolescente afro-europeia, que acompanhava a agressiva, puxando-a por um braço saiu dizendo:

"Baza as gajas não valem uma merda!"


Ficamos ali paradas , entreolhando-nos e a colega que tinha falado estava lívida...


Estou em Portugal onde nasci e fui criada, ensinaram-me a respeitar todos, sejam eles de que cor sejam, e faço-o da mesma forma, que exijo que mo façam.


Mas hoje em dia, no País que temos replecto de guetos e pessoas oriundas de todos os lados do Mundo, é apenas uma teoria a do "racismo nunca mais".


Acolhemos, damos regalias que nós os nascidos e criados cá não temos, e depois os racistas somos nós!


Ora que se f@da a teoria!


Eu queria ver se eu fosse para África que me faziam, se eu disssésse o que a afro-europeia ordinária disse à C.!!!


E depois eu é que sou racista!???!!!




Bahhhhhhh não ma lixem!




Luísa

(lixada com as afro-europeias)





P.S. - Espero que não deixem de passar por cá, mesmo os que estão capazes de me denunciaram aos defensores dos Direitos Humanos...

5 comentários:

TERESA NETO disse...

luisinha
vamos ver se este aparece publicado
mas estou contigo estas lampadas fundidasss deviam de ir para a terra deles pois lá e que estão bem
Partilho da tua opinião C.....
Desculpa é um desabafo aqui não trabalham e teem tudo e depois saiem.se com estas nós é que somos pretos F...
Beijinhos linda
e tem cuidado com as lampadas fundidasss
Teresa

mjf disse...

Olá!
Esse tipo de atitudes de algumas miudas mal educadas, não pode ser generalizada...
Mas tens alguma razão...hoje tanto em afro...qualquer coisa, como em caucasianos a educção. anda muito em baixo :=(

Beijocas

Rafeiro Perfumado disse...

A situação é estúpida (por parte delas) mas não acho que tenha a ver com a cor. Ainda ontem uma tronchuda me ia enrabando nessas portas porque quis aproveitar a minha passagem. E olha que esta era bem euro-portuga-parva!

Beijoca!

Luísa disse...

Teresinha

Isso é q é heim....(lololol)

Eu não chego a tanto, mas com o q se passou ontem, de facto tive dificuldade em me conter:)


MJF

Sempre consensual:)
Eu não quis generalizar, mas tb não salvaguardei isso no texto, de qq modo contínuo a achar q o País q temos é fruto da falta de respeito, e mtos são euro tugas ou whatever... mas mas mas... aquelas duas de ontem ficaram pa historia...(afro não sei qtas...)Sorry :)

Beijos

Rafeiro

Para já é um prazer receber-te por á.
Aceito a tua opinião e concordo que ele há gente tronchuda, mal cheirosa e demais que quase no senrabem diarimaente apenas pq querem ser os primeiros a sair ou entrar.
Mas tem pacência querido continuo a tar "refodida" cas afro-europeias de ontem!

Beijo

Luisa

Madá disse...

Que me desculpem meus amigos africanos, mas respeito é fundamental e essas gurias não agiram bem. Mostraram-se oportunistas, agressivas e o que me faz pensar: cadê a polícia numa hora dessas? Se vcs tem de pagar pela passagem, elas também, não? E as ameaças que elas fizeram, são merecedoras de denúncia numa delegacia...Os direitos não tem que ser iguais? as obrigações também... Ridículo o papel delas.
O problema nao é serem negras ou estrangeiras, o problema é a falta de respeito.
beijinho, linda!