quinta-feira, julho 17, 2008

Declaração de Amor Alentejana

alentejano





Minha querida magana..
Desda aquela vez da palha naquele monti
Que aqui ficastes escarrapachada na minha alembradura.
Atão nã foi tão bom?
Diz láa?

Condolho pra ti com esses bêços de mula,
O mê coração prega purradões nas costelas,
Parece um trator a arrencar ecalitros naquela charneca.

Se mamares comé tamo,
Se machares come tacho
Vamos pedir a tê pai cacete o nosso acasalamento.
Gosto de ti, pôrra!

P.S. - O mê homi é alentejano mas não se declarou assim:)
Tenho o maior respeito e admiração pelo Alentejo e suas gentes, apenas achei o texto divertido e provocatóriamente publiquei-o porque tenho amigos e visitantes do Alentejo. ;))

Vá de Bêjos pessoal!

11 comentários:

sonhos disse...

Luisa

Vivendo eu no Alentejo já alguns anos, já conhecia bem este texto, e cada vez que o leio tenho que me rir, heheheheh.

Beijinho doce minha amiga

Sónia (semi-alentejana) loool disse...

Minha Amiga, como voçe-me-cei sabe eu nã Sou do Lintejo, mas as minhas costeletas falam mais alto, Só me safei por ter a Espinhola completa Lisboeta loool.
Mê marido tanbem não me fez essa declaração assim! faltou pouco. mas olhi, eu cá já nem ma lembra como foi..lloool.. Mas lá p'ros lado do meu Alintejo da minha ialma(coisa mai linda).. teem este poema assim;


Poesia Alentejana
********************
No cimo dakele monti
vô construir um castelo
pa tu me contemplaris
como eu te contempelo!


Subi aquele ecalitro
com a tua trogafia na mão
desencalitrei-me lá de cima
olha, malhei cus cornos no xão!


Subi akele monte pa te ver
nao te vi desci!!


Um raminho de alecrim
um raminho de ortelã
gostas deste poema?
hããããããã!!


Bom fim-de-semana.. kisss;)

Coragem disse...

subi pum equeliptro acima
cu tê retrato na mão
desiquelipetrê-me de lá de cima
porra bati cus cornos nu chão

Foi deste modo que se me declararam
ahahahahahha

beijocas Luisa

Coragem disse...

ná cagacêra nem mijacêra
à porta da bailação
a filha do sor regedor
tá sorteando uma garrafa
de marca visqui
conté que dão pela put...


Beijo minha linda

Luísa disse...

Paulinha,

Eu por mais que conheça estas histórias riu-me sempre, porque ohumor alentejano é dos mais castiços e Viva o Alentejo!

BÊjos para ti moça!:))

Luisa

Luísa disse...

Sónia,

Moça dos olhos azuis, com tanta costeleta do Lintejo só podias mesmo dizer ditotes! Sua magana!

:)))))))))))))


BÊJOS MAGANOS!

Luisa

Luísa disse...

Coragêmmm amiga minha,

vomecê sabela toda...
Pensando eu que era sabida, olhi nã passo duma alfacinha delambida! lollll

BÊJOSSSSSSSSSSSSSSSSSSS E MUTOSSSSSSSS Hãaaa valenti!!!!!!!

;))))))))))

Luisa

Xinha disse...

Eheheheheh....
Não podia cá faltar a boa disposição....
O que vale é que os alentejanos são boa gente... uns queridos!!


Xi-coração

Cila disse...

Ai quê inda nâ tinha lido este posti...já conhecia a história mas é sempre bom rir mais um bocadinho ;)
Vale a pena esta animação toda!
Beijocas alentejanas!

Susete Evaristo disse...

Olá Luisa
Vim aaqui atravez do pjsoueu
A declaração que eu conheço ou melhor a versão é um pouco mais curta e consta de um bilhete:

Maria
vi-ti conheci-ti pusti na minha alembradura gosto de ti porra! arrespondi.
Tóino

Luísa disse...

Olá Suzete e muito benvinda "chez moi".

Se vem pela mão do PJ vem lindamente, ninguem como onosso compadre para fazer as apresentações devidas:)

Obg pela visita e agora vou eu ver de si...
Luisa